terça-feira, 8 de dezembro de 2015

Dezembro, meu querido Dezembro!!!

Dezembro. Mês de Natal. Para além de toda a magia que esta época transmite e se faz sentir pelas luzes na rua e nas nossas casas, e não só, Natal significa comida, nomeadamente doces (confesso que sou um pouco gulosa). Este é um mês de pecado: rabanadas, sonhos, bolo-rei, tronco, e todos os outros doces que não sendo tradicionais são levados para as nossas mesas.

Aqui em casa já começámos a pensar no que se vai fazer e no que se vai comprar ou não este ano. Os dias passam e convém ter tudo pronto a tempo e horas. Se é cedo? Não, claro que não, são apenas pensamentos e ideias.

Só de pensar parece que engordamos. Mas esse não é o meu caso, não este ano. Os olhos comem, o pensamento alimenta-se, mas estou com dor de dentes há três dias e nem consigo pensar nisso. Que a minha querida dentista me trate disto rapidamente.




Sem comentários:

Enviar um comentário