segunda-feira, 30 de novembro de 2015

É tempo de voltar a casa

A maior cadeia de supermercados alemã, a EDEKA, lançou um anúncio natalício que se está a tornar viral.


Inicialmente como protagonista, a campanha conta com um idoso que chega a casa das compras e ouve a mensagem deixada no gravador pelos filhos e netos, a dizer que não podem ir passar o Natal com ele, e prometem ir no ano seguinte. Passam três anos e a história repete-se, acabando o idoso por passar a noite de Natal sozinho.

A história sofre uma alteração de protagonismo, quando os filhos e netos recebem cartas e mensagens com a notícia da morte do idoso. O que vem depois, deixo para vocês verem e definirem.

«É tempo de voltar a casa», diz o slogan.


sábado, 28 de novembro de 2015

{respira fundo} ❥❥❥

Quando tudo parece estar a começar a dar certo, (PUMBA) vem a vida e prega-nos uma rasteira. Mas, eu consigo! Sei que sim! Não vou desistir.


«Há dias em que a vida vai acertar-te na cara, vai fazer-te cair do trapézio e não te dá rede, vai fazer-te viver o escuro, a sombra, o avesso e o lado que ninguém quer.
Vai fazer-te enfrentar, de olhos abertos, o encandeamento que não te deixa ver bem. E mostrar-te que, às vezes, é pela demasiada proximidade do ponto que vês tudo desfocado.
{respira fundo}
Não te prometo que vai ficar tudo bem à primeira, ou à segunda, ou à centésima tentativa. Nem sempre as voltas que o mundo dá te deixam no lugar certo. 
Não te prometo que vai ser fácil e simples e limpo, porque é o deserto que tens de atravessar. Mas prometo que nas margens do teu coração indizível vais achar [sempre] a solução que procuras. E que quando um dos lados não te bastar, terás sempre, e sempre, o outro. 
Para nadar, precisas de estar preparado para ir e voltar e ir mais uma vez. E precisas errar e acertar e (re)fazer tudo outra vez.» 
Retirado do "Às nove no meu blogue"

terça-feira, 24 de novembro de 2015

Bolas! Vou fazer 21...

Ao ler o título: «Percebes que já não tens 20 anos quando...», do Homem Sem Blogue, fiquei curiosa e como só tenho 20 anos,  não resisti em abrir e ler. 

Ainda falta... mas vou fazer 21 anos em Janeiro e identifiquei-me com muitas daquelas imagens. Acho que estou velha!!!!

Deixo-vos algumas das que encontrei lá e outras que fui procurar. Vejam só:



"A pessoa X iniciou sessão"

Vivam as hastags, mas ainda me lembro da lenga-lenga: "asterisco, cardinal"

E jogava bem...

Em tempos de crise, ajuda! A mim, ajudou-me por outros motivos. Por necessidade de aprender e de crescer. Porque valores mais altos se levantaram e tive que o fazer para não me esquecer de nada.

Uii.. Confesso que raramente saio à noite durante o resto do ano, mas nas férias de Verão saio praticamente todos os dias. Durante o dia praia, à noite sair. O caminho para a praia é feito a pé, por vezes é feito quatro vezes - 2 idas e 2 voltas - qual a melhor solução para ter energia? Descansar e dormir na praia... e sabe tão bem!


Coisas da minha mãe, que passaram também para mim, digo eu!

Desde há muito tempo!!!

Ainda na Quinta-Feira recebi um brinde por um determinado valor nas compras. 

Sem comentários! Fui feliz a ouvir "Os Patinhos", As meninas da Ribeira do Sado" e outros. Tanta seca que dei aos meus pais.

Quantas vezes fiz este tipo de desenhos nos cadernos das minhas colegas com o nome delas e do rapaz que elas gostavam. E naquelas folhas onde conversávamos durante as aulas para que os profs não nos mandassem calar, tantas e tantas vezes fiz coisas deste género.

Vejam mais aqui: «Ya no tenés 20». 

sábado, 21 de novembro de 2015

Sósia de si própria!

Adele disfarçou-se dela própria para imitá-la! Confusos? Eu explico.

A cantora Adele mudou o seu visual, colocando um nariz e um queixo falsos, para participar num evento de imitadoras de... Adele.

Disfarçada dela própria, a cantora fez parte de um programa especial da BBC, no Wimbledon Theatre, em Londres. Adele confessou que até se sentiu nervosa, ao encarnar a "personagem". Só passado algum tempo é que todas as outras imitadoras perceberam o que se estava a passar.


Brutal! 


sexta-feira, 20 de novembro de 2015

Três anos de ti

«Parabéns a você,
Nesta data querida
Muitas felicidades
Muitos anos de vida.»


Hoje é um dia importante para mim. A minha afilhada completa o seu terceiro aniversário. Infelizmente não estou com ela hoje, mas já lhe deixei a minha mensagem através do facebook da mãe. Deixo-vos um excerto do que lhe enviei: 

"Que nos sentemos no chão, que demos as mãos, que me puxes para onde queres ir, que continues a ensinar-me a ser criança, que me "emprestes" sempre o teu olhar para ver o mundo com outra cor, com outra magia. Espero que este dia seja, por muitos anos, um ponto de partida para grandes descobertas: tuas, minhas e nossas. Parece que foi ontem que recebi a noticia do teu nascimento e hoje já fazes 3 anos. Três anos cheios de aprendizagens e ensinamentos, três anos de coisas boas. 🚼👧💓
Parabéns minha pipoca, desejo-te o melhor, tudo, o mundo (sempre!).
Te amo"



quarta-feira, 18 de novembro de 2015

Porque há coisas difíceis de explicar

Porque ser pai/mãe/tio/tia/etc nem sempre é fácil e por vezes quase que necessitamos de um livro de instruções para explicar as coisas menos boas deste mundo, coisas essas que não deviam existir. 

Este pai soube fazê-lo. Parabéns!

"The flowers and the candles are here to protect us"


terça-feira, 17 de novembro de 2015

Existir ou Não Existir

Encontrei este texto num estado de facebook de um amigo. Li e fiquei a pensar. Dá que pensar ou, pelo menos a mim deu.



"Durante uma conferência com vários universitários, um professor da Universidade de Berlim desafiou os seus alunos com a seguinte pergunta:

- Deus criou tudo que existe?

Um aluno respondeu valentemente:

- Sim, Ele criou...

- Deus criou tudo? - perguntou novamente o professor.

- Sim senhor. - respondeu o jovem.

O professor continuou:

- Se Deus criou tudo, então Deus fez o mal! Pois o mal existe, e partindo do preceito de que nossas obras são um reflexo de nós mesmos, então Deus! é mau.

O jovem ficou calado diante de tal argumento e o professor, feliz, se regozijava de ter provado mais uma vez que a fé era um mito. Outro estudante levantou a mão e disse:

- Posso fazer uma pergunta, professor?

- Lógico - foi a resposta.

O jovem ficou de pé e perguntou: 

- Professor, o frio existe?

- Que pergunta é essa? Lógico que existe, ou por acaso você nunca sentiu frio?

- De facto, senhor, o frio não existe. Segundo as leis da Física, o que consideramos o frio, na realidade é a ausência de calor. Todo corpo ou objeto é suscetível de estudo quando possui ou transmite energia. O calor é o que faz com que este corpo tenha ou transmita energia. O zero absoluto é a ausência total e absoluta de calor. Todos os corpos ficam inertes, incapazes de reagir, mas o frio não existe. Nós criamos essa definição para descrever como nos sentimos se não temos calor. E, existe a escuridão?

- Existe. - Responde o professor.

- Novamente comete um erro, senhor, a escuridão também não existe. A escuridão na realidade é a ausência de luz. A luz pode ser estudada, a escuridão não! Até existe o prisma de Nichols para decompor a luz branca nas várias cores que a compõe, com suas diferentes longitudes de ondas. A escuridão não! Um simples raio de luz atravessa as trevas e ilumina a superfície onde termina o raio de luz. Como pode saber quão escuro está um espaço determinado? Com base na quantidade de luz presente nesse espaço, não é assim? Portanto a escuridão é uma definição que o homem desenvolveu para descrever o que acontece quando não há luz presente. Senhor, o mal existe?

O professor respondeu: 

- Lógico que existe, como disse desde o começo, é só ler as manchetes: vemos ações terroristas, crimes e violência no mundo o tempo todo.

E o estudante respondeu:

- O mal não existe, pelo menos não existe por si mesmo. O mal é simplesmente a ausência do bem, como nos casos anteriores, o mal é uma definição que o homem criou para descrever a ausência de Deus. Deus não criou o mal. Não é como a fé ou como o amor, que existem como existem o calor e a luz. O mal é o resultado da humanidade não ter Deus presente nos seus corações. É como acontece com o frio quando não há calor, ou a escuridão quando não há luz.

Por volta dos anos 1900, este jovem foi aplaudido de pé, e o professor apenas balançou a cabeça permanecendo calado.
O diretor dirigiu-se àquele jovem e perguntou qual era seu nome. E ele respondeu:

- Albert Einstein."




sexta-feira, 13 de novembro de 2015

13 l Novembro


«Azar? Azar é não tentar, não é não conseguir chegar ao destino que queremos. Azar é não sair dos trilhos e ver o que está do outro lado da vida. Azar é cair e recusares levantar-te. Azar é cruzares-te com quem não queres e deixares que isso te faça mal. Azar não é nada acontecer, é não tomar a iniciativa.

Azar? Azar é acreditares que o azar existe e que te condiciona.

Azar é não conseguires sorrir quando o dia coloca uma nuvem cinzenta por cima da tua cabeça. Azar é não abraçares as coisas simples que te fazem feliz. Azar é esqueceres-te de quem és. Do que queres. 

Azar é esqueceres-te de ti.»

by: - Rita Leston - 
Gosto de ti, e então?


domingo, 8 de novembro de 2015

Coisas matinais, e não só!!

"Tens cá um feitiozinho!!" - A típica frase que costumo ouvir. Não me importo, porque sei aquilo que sou. Tenho dias que nem eu própria me consigo aturar. O professor de matemática do 11º e 12º, inicialmente, como a todos os alunos, chamava-me pelo nome, mas a uma certa altura já me tratava por "mau feitio". 


É mesmo mau feitio. Não é arrogância, muito menos falta de humildade. Odeio ser acordada à pressa, muito menos que me comecem a fazer muitas perguntas quando ainda mal abri o olho. Estar levantada e de olhos abertos, não significa estar acordada. Tem de ser com calma... O stress faz rugas, e logo de manhã MAU HUMOR!! Enfim... Chego mesmo a ser um bocadinho "agressiva" nas coisas que digo e como digo, ou até mesmo, se tiver chateada com outra coisa qualquer, descarregar em quem menos culpa tem. A "sorte" é que depois passa, como se nada fosse!

Hoje o acordar aqui em casa foi assim... 

quinta-feira, 5 de novembro de 2015

«não te demores no menos»

Sou seguidora do "às nove no meu blogue". A sua autora parece que me conhece. Todos os dias, no facebook ela faz uma publicação com textos inspiradores e as palavras acertadas para o final de cada dia, acompanha. Decidi partilhar o de hoje convosco. 

Porque a vida ensina mesmo "quem sim, quem não e quem nunca", porque a força mais importante está dentro de nós mesmos, porque o universo equilibra a nossa vida, o que te tira e o que te dá é tudo em conta certa, porque a nossa luz incomoda quem está no escuro. 

5 de Novembro de 2015

« - ❥-
um dia, a vida chega e explica-te:
que a lei do retorno existe, que funciona, e que no tempo certo ensina-te a perceber ''quem sim, quem não e quem nunca''.
que a força mais importante, e aquela que realmente conta para a equação da coragem, nasce dentro de ti todos os dias.
que a teoria da balança equilibrada funciona. que entre o que tira e o que dá, o universo sabe o que faz.
e que a selecção natural é simples de entender [e aceitar]: 

por cada pessoa sem luz que cruza o teu caminho, há uma mão cheia de outras {luminosas e de coração limpo} que em ti plantam o bem, querem o bem e sabem que [do lado certo da vida] o resto vem.
# porque {acredita} vem mesmo.

- ❥- »