quarta-feira, 22 de abril de 2015

Bola para a frente...

Antes de mais quero deixar os meus parabéns ao FC Porto por ter chegado tão longe na Liga dos Campeões! Escrevo isto de encontro ao jogo ontem, o jogo entre o Bayern vs FC Porto. Então esta é a minha opinião e aceita quem quiser. Se existem duas equipas e apenas uma pode passar, uma terá que sair, consequentemente, derrotada. Calhou ao Bayern na 1ª mão e ao Porto na 2ª.

Encontrei imensos estados no facebook a apoiar a equipa portuguesa, uns portistas, outros nem por isso. E era exatamente ai que queria chegar, a esses "outros". É mais que sabido que sou benfiquista, mas não sou hipócrita. Não simpatizo com o Porto. Gosto de futebol, de um bom jogo de futebol. Vi ambos os jogos e admito, sem nenhum problema, que a equipa nortenha surpreendeu e arrasou na semana passada, mas ontem perguntei-me várias vezes onde estava essa equipa. 

O Bayern é sem dúvida uma equipa fortíssima, experiente e estava mais que bem preparada para "dar luta" ao Porto. Eu esperava que o Bayern desse a volta para o empate e depois fosse assistir a um duelo de titãs, mas perder ao intervalo por 5, tira o ânimo a qualquer um. Lá veio depois o Jackson tentar minimizar os estragos na 2ª parte.

 que, nesses mesmos estados vi gente de outros clubes a torcer pelo Bayern. Vi sportinguistas felizes. Benfiquistas felizes. Isso é assim tão importante para vocês? Isso vai mudar de alguma coisa para o vosso clube? Se fiquei feliz ou não pela derrota do Porto? Sinceramente é me indiferente. 

Vi portistas tristes, mas orgulhosos. No entanto, como o próximo jogo é para o campeonato e contra o Benfica, não só vi insultos como vi esses mesmos portistas que tinham uma grande confiança de que iam ganhar ao Bayern a recordar derrotas pesadas do Benfica para "tapar" a própria derrota e ganharem força e moral para domingo. Enfim... As pessoas gostam de estar e ficar presas ao passado. Quem fica preso ao passado, não sabe viver o presente. Para quê isso? 

Mas já que se está numa de recordar, deixo para os benfiquistas felizes com esta derrota a sugestão de pensarem antes de rir deste jogo. Já agora não se esqueçam do FCP 5 vs 0 SLB, do título conquistado em pleno estádio da Luz, do minuto 92 no Dragão. Quero ver se no domingo também riem ou se choram... Eu quero rir, tal como ri das duas batatas que o Lima, em Dezembro, deu no Dragão, quando todos falavam mal dele.

Nós queremos o 34. Concentrem-se em apoiar a vossa equipa. Vamos levá-la ao #colinho. Parem de falar e fazer comparações. Deixem o que aconteceu onde deve estar... no passado. Bola para a frente... e que o Benfica ganhe no Domingo!

Saudações benfiquistas

Boa noite!

segunda-feira, 20 de abril de 2015

Do bloco de notas #3


É realmente inexplicável que eu não tenha deixado de lado todos os meus ideais, porque eles parecem tão absurdos e impossíveis de se concretizarem. Mesmo assim eu os conservo, porque ainda acredito que as pessoas são boas de coração. Simplesmente não posso edificar minhas esperanças sobre alicerces de confusão, miséria e morte. Vejo o mundo gradativamente se tornando uma selvageria. Escuto o trovão se aproximando, cada vez mais, o que nos destruirá também; posso sentir o sofrimento de milhões e ainda assim, penso que tudo irá se corrigir, que esta crueldade também terminará. Enquanto isso, preciso adiar meus ideais para quando chegarem os tempos em que talvez eu seja capaz de alcançá-los.

"O Diário de Anne Frank"




segunda-feira, 6 de abril de 2015

Um mês...

Um mês... Parece mentira. É mentira e para mim sempre será. Não consigo acreditar. A ficha não caiu. Dou por mim quase todos os dias a pensar em ti e na injustiça que te aconteceu, na rasteira que a vida te deu (nos deu). Porquê, porquê? Não dá para explicar! Entre tantos, porquê a ti? Aiii... Dói! Não era de todos os dias, mas era de sempre e para sempre. Desde o dia que nasci. É de sangue! Não há nada mais forte! Sempre de sorriso nos lábios, assim  prefiro recordar-te. Sabes o quanto gosto de ti... Não há palavras para conseguir expressar o que me vai na alma, a dor que carrego. Só peço, uma vez mais e as vezes que eu sentir necessárias, que me perdoes por não ter sido capaz de me despedir de ti. Para mim aquela não és tu. Nunca serás! Descansa em paz prima! Amo-te!


domingo, 5 de abril de 2015

Agora que venha o Verão!!

Estou de volta. Acabaram as férias. Agora que venha o Verão!! Souberam tão bem estes dias. Sol, praia, passear, amigos, ... é preciso pedir mais? 

Mais tarde publico algumas fotos. Beijos e boa semana!