sexta-feira, 30 de janeiro de 2015

Do bloco de notas #1

"Quem sou eu? Há dias em que já não sei bem. Dias em que até a mim me confundo no que fui e no que hoje sou! Quem sou? Sou eu. Carregada de falhas e imperfeições. De atitudes irreflectidas e nem sempre correctas. De respostas prontas e nao pensadas. Sou quem ama. Sou quem chora. Sou quem reclama e sorri. Sou quem sente e quem vive. Quem não se vence pelo medo. Quem erra e quem acerta.

O que sou? Sou eu! Nada mais que isso. Única e igual a tantos outros. Sou um furacão desenfreado. Sou um por do sol em pausa. Sou uma poça de virtudes e um mar de defeitos. Sou o sonho cor de rosa e o pesadelo enegrecido. Mas sou eu . Sempre eu!!! E quem te sou eu? E o que te sou eu? Sabes?"

Autor desconhecido


sábado, 17 de janeiro de 2015

Não sei andar sem...

Quanto maior é a mala que utilizamos, mais coisas leva lá de dentro. Por vezes, coisas desnecessárias mas que nós achamos essenciais (e muitas vezes são). Das grandes às pequenas, das pretas às cor de rosa, das mais simples às mais sofisticadas, há objetos que nunca podem faltar dentro da mala.

@ facebook @
Hoje venho confessar-vos os meus essenciais dentro da mala. É impossível viver sem eles. Começando pelo telemóvel... Como poderia viver sem ele? Contactos, email, música, jogos (para quando não há nada para fazer), enfim, um mundo. Para além de andar contactada, convém andar identificada e para isso tenho a minha carteira (cartão do cidadão não pode faltar), cartões e mais cartões e dinheiro (também importante). Lenços de papel e bâton do cieiro, duas das coisas sem a qual eu não vivo. E há acessórios que eu não dispenso dos quais óculos de sol (na mala é mais a caixa) e os de ver... Ah e confesso, tenho um par de ganchetas dentro da carteira. Mas para o dia não acabar (um bocadinho) mal, há qe não esquecer as chaves de casa. A mala da mulher é um mundo, cabe tudo e mais alguma coisa. 


segunda-feira, 12 de janeiro de 2015

Tu... Sim... tu!


Que orgulho poder dizer "És português"! És nosso. Pertences-nos. Tens a nossa raça , a nossa fibra. Ambicionas mais. Sempre assim o foi. Hoje, assim como outros, é um dia importante na tua vida e carreira. Tu... Sim... tu! Tu que tinhas madeixas loiras e dentes desalinhados. Tu que andavas de ténis rotos. Tu que tinhas (e tens) talento e alguém percebeu isso mesmo. Quiseste voar. Quiseste crescer. Alguém te deu essa oportunidade. Agarraste-a. Saíste debaixo da asa de quem te protegia. Querias mais. Poder dar mais a quem tudo, quanto podia, te dava. Voaste. Subiste sem medo da queda. Chegaste ao topo. E, uma vez mais, reconhecem-te como o melhor. Sim... O melhor. Sim... Tu! Para nós sempre o foste. Para nós sempre o serás. Mas hoje és do mundo. O MELHOR DO MUNDO. Tu... Sim... Tu... Cristiano Ronaldo! Parabéns capitão!  



domingo, 11 de janeiro de 2015

Doce de grão (Azevias)


RECEITA

Doce de grão (Azevias)
Ingredientes:

  • 700/800g de grão cozido
  • 600g de açúcar amarelo
  • ½ copo de água
  • 4 paus de canela
  • 2 gemas 
  • Casca de limão q.b


Preparação:
  • Pica-se o grão e coloca-se num tacho/panela. Junta-se o açúcar amarelo e a água. Vai ao lume. Mistura-se bem e passa-se com a varinha mágica (triturar tudo muito bem). Juntam-se os paus de canela e a casca de limão. Vai ao lume a ferver.
  • Quando preparado começar a engrossar, retira-se do lume. Deixa-se arrefecer um pouco.
  • Quando estiver morno juntam-se as gemas ao preparado. Leva-se, de novo, a lume, deixando ferver 3 a 4 minutos. Retira-se do lume.


As minhas dicas:
  • Para sabermos se está no ponto, passa-se com a colher de pau no fundo do tacho e, caso se "abra um caminho" de doce (ou seja, o doce fica dividido em duas partes - 2ª imagem) é porque o doce está pronto para se retirar do lume.

terça-feira, 6 de janeiro de 2015

Em modo (quase) pós festas

Acabaram as festas, ou melhor, quase que acabaram (aniversário logo no início do mês) e os estragos esses são muitos. Jurei a mim própria que após o meu aniversário que ia mudar os meus hábitos, quer alimentares, quer físicos. Já disse isto várias vezes, ou é após as férias, ou como promessa de ano novo, ou porque falta pouco tempo para o verão e vêm aí os bikinis, mas nunca o cumpro.

Uma das coisas que tenho vindo a afirmar convictamente há algumas semanas (e que quase ninguém acredita) é que vou combater e lutar contra o meu peso e contra mim própria. Vou deixar de ser preguiçosa!!! (Ano novo, vida nova - o cliché!!!!!!!!).A partir de segunda feira, tudo muda: alimentação, hábitos, etc. Vou começar a correr. Só peço ao Sr Frio para ir com calma, porque sou novata nestas andanças (chuva também não ajuda, um bocadito de sol chega-me).

Adeus doces, fritos e o que faz mal e olá vida saudável. Bem que o ano podia começar mais quentinho, já era mais uma motivação. Só faltam 6 meses para o verão, mas mesmo aí sei que não posso abusar.

Bora lá Kat... Já dizia o outro "yes we (I) can"!!!!

sexta-feira, 2 de janeiro de 2015

O primeiro do ano

O tempo foi pouco para ontem vir aqui. Passei pelo facebook para vos deixar votos de um bom ano e partilhar algumas imagens como habitual. Hoje, e já com tempo venho deixar o primeiro de muitos (assim espero) posts de 2015.

Então... Bom 2015, um excelente ano nos espera, mas para isso temos de lutar pelos nossos objetivos, cumprir as nossas metas e concretizar os nossos sonhos. Para tudo isto, desejo a todos vocês muita saúde, paz, amor e trabalho. Os velhos clichés que são essenciais. 


Da maneira que o pais se encontra precisamos de levantar a cabeça e seguir em frente para no final podermos dizer "Eu estou aqui. Eu consegui. Eu venci.". Poderia  desejar muitas outras coisas, mas penso que o resto vem por acréscimo do nosso sucesso. Vamos lutar e fazer 2015 ser O ANO, o vosso ano.



Vamos ser felizes! Borá la?

Bom ano 2015....